VC INVESTIDOR
Invista bem seu dinheiro

Seguro de Vida : Vale a pena fazer um?

0 47

Seguro de Vida : Vale a pena fazer um?

Desde a sua criação até os dias atuais o seguro de vida é visto por muitas pessoas com certo preconceito. Além daqueles que acreditam que o contrato nada mais é do que um gasto desnecessário, também existe indivíduos que creem que são invulneráveis e que nada poderá atingi-los.

Acontece que assim como o seguro auto, por exemplo, o seguro de vida é um investimento igualmente necessário. Afinal, nunca se sabe quando um previsto irá ocorrer, tampouco sabemos quando iremos faltar.

Se você almeja assegurar o futuro de sua família, saiba que o serviço é uma excelente alternativa. Neste artigo, nós explicamos o porquê a contratação do seguro de vida pode ser um grande investimento. Confira.

Mas afinal, o que é um Seguro de Vida?

O seguro de vida nada mais é do que um serviço que certifica os familiares do segurado uma contribuição financeira em caso da morte deste. Geralmente, é o integrante melhor renumerado da família quem efetua o pagamento das parcelas mensais (apólices). Garantindo desta forma que, ao falecer, sua/seu esposa (o) e filhos ganhem uma indenização, possibilitando a eles uma qualidade de vida adequada.

Trata-se de um investimento consideravelmente baixo. Lembrando que, pode ser realizado por tempo prolongado e riscos quase inexistentes.

Os familiares escolhidos pelo cliente podem fazer o resgate do dinheiro em três circunstâncias, contanto que o termo de carência estabelecido no contrato seja respeitado. São elas: Morte, invalidez e sobrevivência.

É importante destacar que o montante do seguro de vida é voltado exclusivamente aos dependentes do segurado, desta forma, eles não adentram em despesas ou inventários.

Por que obter um Seguro de Vida?

A contratação do seguro de vida deve ser vista como a estima não só da sua própria vida, mas a de seus familiares. E esses são, o seu maior patrimônio. Por isso é fundamental protegê-los.

Pessoas que possuem filhos ou outros dependentes devem ver tal investimento como uma maneira efetiva de proteção à família. Afinal, eventos inimagináveis, como acidentes fatais, podem acontecer. Dessa forma, assegurando recursos financeiros para garantir a qualidade de vida de todos os membros.

Ao contratar um seguro de vida, o segurado passa a pagar parcelas mensais, que visam a proteção do seu orçamento posterior de maiores prejuízos. O parcelamento do serviço também possibilita um custo menor do que o esperado, o que significa que suas demais contas do mês não serão prejudicadas.

Qual o custo de um Seguro de Vida?

O custo do seguro de vida pode variar de acordo com os seguintes aspectos:

– A cobertura almejada;

– O preço do capital garantindo em caso de ressarcimento;

– Faixa etária do segurado e o risco que o mesmo apresenta.

Sendo assim, indivíduos que possuem uma saúde mais fragilizada, esportistas radicais e até mesmo fumantes pagam um valor superior por suas apólices. Já pessoas com a saúde em dia, não praticantes de esportes radicais, não fumantes e que não operam em atividades de risco pagam menos pelo seguro.

É válido ressaltar que quanto antes for feita a contratação do seguro, menor deverá ser o seu custo. Por isso, faça o quanto antes.

Continue aprendendo

Agora que você entendeu a importância de fazer um seguro de vida, faço o convite para conhecer a Zahl Seguros. Para conhecer os nossos serviços e falar com a gente, clique aqui. 

Sobre a autora

Com mais de 10 anos experiência no mercado financeiro, Patricia Pereira Cezar é sócia e assessora de investimentos da Zahl Investimentos e articulista da VC Investidor.

Fale comigo e tire suas dúvidas: [email protected] ou (11)4063-1553. Se preferir, fale comigo pelo WhatsApp, clicando aqui.

 

Importante: Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação de Valores Mobiliários.

VC Investidor não comercializa nenhum produto de investimento. Todas as informações aqui divulgadas são a título informativo e educacional. A VC Investidor não se responsabiliza pela precisão das informações e por quaisquer decisões de investidores. Lembrando que, rendimento passado não é garantia de rendimentos futuros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Quer ficar bem informado sempre?