VC INVESTIDOR
Invista bem seu dinheiro

Tesouro direto ou debêntures

Qual o melhor investimento?

0 466

Tesouro direto ou debêntures

O tema de hoje é Tesouro Direto ou Debêntures, qual o melhor para investir? Os dois são investimentos de Renda Fixa, cada um com suas características, vantagens e desvantagens. Quem será que ganhará este embate? Confira:

Breve definição de cada um dos investimentos

O Tesouro Direto é um programa oriundo da parceria entre o Tesouro Nacional e a BM&F Bovespa. Ele possibilita as pessoas físicas investirem em títulos públicos. Logo, quando você compra títulos públicos, através do Tesouro Direto, está se tornando credor do Governo Brasileiro.

Já as Debêntures são títulos de dívidas de empresas. Da mesma forma, ao adquirir Debêntures de uma companhia, você estará tornando-se credor das companhias emissoras.

Vantagens e desvantagens do Tesouro Direto

Vantagens

Flexibilidade entre o curto e longo prazo: o Tesouro Direto permite uma grande flexibilidade de propósitos de investimentos. Ele ser aplicado desde o curto prazo em suas reservas de emergências até os investimentos com foco no longo prazo, como a aposentadoria, por exemplo.

Segurança do Tesouro Nacional: investir no Tesouro Direto é algo que traz segurança e confiança da proteção do seu capital investido. Dizemos isso porque esta linha de investimento é garantida pelo Tesouro Nacional. Assim, os riscos de ter perdas do seu capital investido são praticamente nulos.

Desvantagens

Incidência de Imposto de Renda: infelizmente este tipo de investimento tem a “mordida do leão”, ou seja, tem incidência de Imposto de Renda. O valor do imposto segue a tabela regressiva de acordo com o tempo de aplicação. Essa alíquota varia de 22,5% até 15%.

Baixo rendimento com a queda da Selic: com a da Taxa Selic em baixa os rendimentos do Tesouro Direto diminuíram consideravelmente. Isso tirou um tanto a sua atratividade de investimentos por parte dos investidores.

Vantagens e desvantagens das Debêntures

Vantagens

Possibilidade de isenção de Imposto de Renda: algumas Debêntures são isentas de IR. Isto traz melhores resultados e rendimentos nos investimentos.

Melhor rendimento: ao investir em Debêntures você poderá ter melhores resultados do que investindo em outras linhas de investimentos também oriundos da Renda Fixa. Normalmente as debêntures pagam rendimentos melhores do que os Títulos do Tesouro.

Possibilidade de conversão em ações: algumas Debêntures são do tipo “conversíveis”. Com isso, ao final do período do investimento podem ser convertidas em ações da companhia.

Desvantagens

Maior risco: as Debêntures são um tipo de ativo de investimento com risco de médio a alto, dependendo do segmento da companhia que às emitiu. Logo, se o perfil do investir for avesso ao risco, isto pode representar uma grande desvantagem.

Apenas para o médio a longo prazo: não é possível investir em Debêntures pensando no curto prazo. O plano de investimento desta modalidade varia de 2 a 10 anos.

Não tem cobertura do FGC: o investimento em Debêntures não é coberto pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Dessa forma,, caso a companhia emissora das Debêntures tenha dificuldades de arcar com os seus compromissos financeiros, você correrá riscos de perda do capital investido.

Quem vence a batalha?

No mundo das possibilidades de investimentos não há vencedores ou perdedores, mas sim, investimentos que estão de acordo com cada tipo de perfil de investidor. Logo, vejamos as considerações finais:

1- Se você tem aversão a correr riscos e acha melhor a proteção do seu capital investido, o mais indicado é realizar seus investimentos no Tesouro Direto. Mesmo que isto represente ganhos menores.

2- No entanto, se você deseja ter melhores rendimentos e está disposto a correr mais riscos (perfil moderado ou arrojado), investir em Debêntures pode ser uma excelente oportunidade de maximizar seu capital.

Não esqueça que você pode ter os dois investimentos na sua carteira.

Continue aprendendo

Não esqueça de cadastrar seu e-mail para ficar atualizado com as novidades do mercado financeiro. Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente. Baixe GRÁTIS nossos E-Books Exclusivos,e conheça o nosso Canal no Youtube.

Conheça também o nosso Programa VC Investimentos e confira os principais relatórios e informações a respeito de Renda Fixa, Tesouro Direto, Fundos de Investimentos (Renda Fixa, Multimercados, Ações), Fundos Imobiliários, COEs, Investimentos no Exterior, Previdência Privada, Seguros, Ações (com foco no longo prazo) e montagem de carteira. Para saber mais, clique aqui.

Sobre a autora

Com mais de 10 anos experiência no mercado financeiro, Patricia Pereira Cezar é sócia e assessora de investimentos da Zahl Investimentos e articulista da VC Investidor.

Fale com a gente e tire suas dúvidas: Contatos Zahl

 

Importante: Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação de Valores Mobiliários.

VC Investidor não comercializa nenhum produto de investimento. Todas as informações aqui divulgadas são a título informativo e educacional. A VC Investidor não se responsabiliza pela precisão das informações e por quaisquer decisões de investidores. Lembrando que, rendimento passado não é garantia de rendimentos futuros. Bons investimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Quer ficar bem informado sempre?