VC INVESTIDOR
Invista bem seu dinheiro

Selic em 7%, e agora?

Onde investir com os juros em queda

0 83

Selic em 7%, e agora?

Foi decidida nesta última quarta-feira (6) em reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, o novo patamar para taxa básica de juros (Selic) que sofreu mais uma redução, fixada agora em 7% a.a.

Com a redução de 7,5% para 7% ao ano, a taxa chega ao menor nível da série histórica, iniciada em 1986. Ainda que seja um valor relativamente alto em relação a outros países, trata-se de uma queda expressiva em relação há pouco mais de um ano atrás, quando estava em 14,25% ao ano.

Quem se acostumou com rendimentos em Renda Fixa na casa de 1% ao mês, tem percebido que esses investimentos caíram praticamente pela metade em razão da queda da taxa Selic.

Um bom exemplo são os CDBs de Bancos que costumam pagar taxas em torno de 90% do CDI, com a Selic em 14,25%, esse investimento rendia na casa de 1% ao mês, agora com essa nova realidade da taxa de Juros (Selic) em 7% a.a., esse mesmo rendimento de 90% do CDI, passará a render pouco mais de 0,50% ao mês. Lembrando que a Poupança não fica isenta desse novo patamar da taxa de Juros, pois desde que a Selic caiu abaixo de 8,25%, a regra da poupança também mudou: em vez de render 0,5% mais Taxa de Referência (TR) todo mês, passou a render 70% da Selic, mais a TR. Portanto, a previsão é que a poupança agora renda pouco menos de 5% ao ano.

Uma alternativa para aumentar o retorno sem aumentar o risco, é buscar títulos que estão pagando taxas superiores à bancos tradicionais, como por exemplo algumas oportunidades que seguem abaixo:

ATIVO EMISSOR TAXA CARÊNCIA VENCIMENTO IMPOSTO DE RENDA
CDB BANCO AGIPLAN 123% CDI mai/20 mai/20 15% SOBRE O LUCRO
CDB BANDO ORIGINAL 117% CDI dez/19 dez/19 15% SOBRE O LUCRO
LCA BANDO ORIGINAL 98% CDI dez/19 dez/19 ISENTO
LCI BANCO PAN 95% CDI dez/19 dez/19 ISENTO
LCI BANCO BTG PACTUAL 91% CDI dez/19 dez/19 ISENTO

 

Como o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) protege os investimentos em CBD, LCI, LCA, LC e POUPANÇA até o limite de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) por CPF, em cada Instituição Financeira ou Conglomerado Financeiro, isso torna possível ao investidor buscar melhores retornos sem aumentar o risco da carteira.

Para saber mais a respeito sobre Títulos e Renda Fixa, confira nosso artigo “Renda Fixa, tudo o que você precisa saber”.

Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Quer ficar bem informado sempre?