VC INVESTIDOR
Invista bem seu dinheiro

5 dicas de especialistas para investir em CDB

Saiba como investir em CDBs

0 400

Como investir em um CDB?

Se você está procurando um investimento financeiro com segurança e rentabilidade, o CDB é sempre uma boa e conservadora opção. Com este título, o seu dinheiro pode ser investido com baixo risco e também contar com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito. Ainda assim, muita gente tem dúvidas de como aplicar neste ativo, por isso, preparamos um artigo com algumas dicas de especialistas sobre como investir de forma eficiente no CDB. Veja:

O que é o CDB?

CDB é a sigla para Certificado de Depósito Bancário. É uma maneira que instituições financeiras utilizam para arrecadar capitais que serão usados em suas operações. Quando o indivíduo investe comprando um papel de CDB de algum banco, é como se ele estivesse emprestando dinheiro à instituição e, para isso, recebe renda ao fim do tempo de vigência do papel.

Dica 1: pesquise rendimentos e condições para escolher o seu título

No investimento em CDB não são cobradas taxas administrativas como em outros investimentos de renda fixa, ações e outros papéis. Por isso, você pode escolher seu banco de acordo com a renda oferecida por cada um deles. Lembre-se: você não precisa ser correntista para adquirir um CDB.A assessora de investimentos da Zahl Investimentos, Patricia Cezar, recomendou que ”o investidor compare as taxas que ele recebe em busca de melhores retornos”. ”No site da Zahl, inclusive, mantemos uma tabela atualizada com as principais taxas e ajudamos os clientes a comparar retornos e prazos”, completou a assessora.

Dica 2: Não invista em um único papel mais do que o segurado pelo FGC

O sistema bancário brasileiro é bastante sólido. Ainda assim, sempre há o risco de algum banco quebrar. Entretanto, nesses casos, o FGC cobre investimentos de até R$ 250 mil (no total de R$1 milhão por investidor). Se você tiver mais dinheiro para investir, dívida o capital entre diferentes papéis.

Dica 3: conheça os tipos de CDB e ligue-os ao cenário da economia

Ao escolher o seu título, você poderá optar entre CDB com rendimento prefixado, pós-fixado ou CDB com renda baseada em algum índice (quase sempre o IPCA), com um acréscimo fixo. Veja:

Prefixado: você recebe rendimento na quantia determinada quando da contratação do título. Ou seja, se é 12% a.a, é exatamente 12% a.a é nada muda isso. Recomendável para períodos de juros altos em tendência de queda.

Pós-fixado: rendimento associado a taxa do CDI ou da Selic. Fique atento, pois os títulos pagam porcentagens da taxa: existem papéis que pagam 80%, enquanto outros pagam 110%. Pesquise bem!

Índice de preços + acréscimo fixo: normalmente orientado pelo IPCA, é uma boa escolha para quem quer garantir o ganho real, acima da inflação.

Dica 4: considere os impostos

Por mais que o CDB não tenha taxas administrativas em relação ao banco, o investidor paga imposto sobre a renda obtida com o título. A alíquota é decrescente com o tempo, então quanto maior for a vigência do título, menos impostos são pagos.

Até 180 dias: 22,5%
De 180 a 360 dias: 20%
De 360 a 720 dias: 17,5%
721 dias ou mais: 15%

Dica 5: faça o possível para deixar o dinheiro até o fim do título

Não são todos os papéis que tem resgate diário. Por isso, sacar o dinheiro antes do término nem sempre é possível.

Conclusão

Agora que você entendeu como funcionam os CDBs, baixe um de nossos E-Books e aprenda sobre outros investimentos de Renda Fixa.

Não esqueça também, de cadastrar seu e-mail para ficar atualizado com as novidades do mercado financeiro. Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente. Caso queira conversar com um assessor da Zahl Investimentos, clique aqui.

 

Importante: Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação de Valores Mobiliários.

A VC Investidor não comercializa nenhum produto de investimento; Todas as informações aqui divulgadas são a título informativo e educacional e são retiradas do material disponibilizado pelas instituições envolvidas. A VC Investidor não se responsabiliza pela precisão das informações e por quaisquer decisões de investidores. Lembrando que, rendimento passado não é garantia de rendimentos futuros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Quer ficar bem informado sempre?