VC INVESTIDOR
Invista bem seu dinheiro

Dicas para diversificar seus investimentos

Confira 4 dicas para diversificar suas aplicações

0 140

Dicas para diversificar seus investimentos

Diversificação é o tempero da vida. Mas nos investimentos, ela é importante de outra forma. Diversificar é uma maneira de garantir ao máximo que um possível problema ou uma queda não afetará todo o seu patrimônio. É uma forma de se proteger e maximizar os ganhos. Para isso, vamos ver quatro dicas para diversificar seus investimentos:

1 – Pesquise e Analise

Dois dos conceitos fundamentais dos investimentos também são os mais importantes aqui. Analisar o seu perfil de investidor e em qual momento de sua vida financeira você está, vai ajudar a diversificar a sua carteira de uma maneira ótima e que ajude a cumprir seus objetivos.

Além de se conhecer como investidor, também é preciso conhecer o mercado. Entender os tipos de ativo, renda fixa ou variável, por exemplo, e estabelecer uma proporção entre eles que se alinhe com seus objetivos.

2 – Faça investimentos de tipos diferentes

Agora é hora de ser mais específico e investir nos ativos em si. Ter uma cartela de investimentos diversificada garante se proteger contra diferentes problemas ou possíveis variações da economia. No mercado de ações, por exemplo, é comum sugerir aos investidores que eles tenham a carteira mais diversificada possível. É a melhor maneira de se proteger.

Por exemplo, comprar ações de uma empresa já estabelecida é seguro, mas pode não gerar ganhos tão grandes. Por outro lado, uma empresa nova no mercado pode crescer muito, mas a chance dela enfrentar problemas é maior.

De uma maneira geral, os investimentos funcionam da mesma forma. O ideal é procurar investimentos que se complementam. Fundos que aproveitam a taxa de juros mais altos em combinação com uma aplicação em fundos que se beneficiam do estado oposto significa que você estará protegido não importa o que aconteça.

3 – Em diferentes moedas e localizações geográficas

A localização geográfica também é fundamental para ter um equilíbrio nos investimentos. Os avanços da globalização não significam que a região não é importante. Cada região possui sua própria diversificação de risco e sua economia particular.

Mesmo dentro de um único país a diversificação pode ser grande. Graças às suas dimensões avantajadas e as diferenças econômicas e culturais entre suas regiões, o Brasil é um exemplo perfeito disso. Espalhe seus investimentos por todo território nacional.

Isso se aplica também, é claro, às diferentes moedas. Mesmo que os investimentos não sejam nas moedas em si, aplicar em títulos atrelados às moedas é uma maneira de aproveitar ou se proteger de possíveis flutuações dos mercados.

4 – Aposte em tempos de maturação diferentes

Por fim, todo investimento tem o seu tempo de resgate e seu real valor está atrelado a isso. Alguns investimentos compensam mais em longo prazo, outros a médio. Existem ainda os títulos que tem um tempo mínimo de investimento. Diversificar em tempos diferentes significa escapar das flutuações do mercado. Além disso, elas tendem a se equilibrar no longo prazo. Aprender a diversificar é fundamental para qualquer investidor. É uma prática essencial que ajuda a diminuir perdas e potencializar ganhos.

Não esqueça de cadastrar seu e-mail para ficar atualizado com as novidades do mercado financeiro. Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente. Confira também nossos E-Books Exclusivos e nosso Canal no Youtube.

Sobre a autora

Com mais de 10 anos experiência no mercado financeiro, Patricia Pereira Cezar é sócia e assessora de investimentos da Zahl Investimentos e articulista da VC Investidor.

 

Importante: Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação de Valores Mobiliários.

VC Investidor não comercializa nenhum produto de investimento. Todas as informações aqui divulgadas são a título informativo e educacional e são retiradas do material disponibilizado pelas instituições envolvidas. A VC Investidor não se responsabiliza pela precisão das informações e por quaisquer decisões de investidores. Lembrando que, rendimento passado não é garantia de rendimentos futuros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Quer ficar bem informado sempre?