VC INVESTIDOR
Invista bem seu dinheiro

Venda alugada de ações : Como ganhar com a baixa do mercado

Apenda a ganhar com a baixa do mercado

0 859

Venda alugada de ações : Como ganhar com a baixa do mercado

Confira o artigo: Venda alugada de ações : Como ganhar com a baixa do mercado

Vamos imaginar a seguinte situação:

  • Preço de um automóvel GOLF em São Paulo = R$60.000
  • Preço do mesmo automóvel GOLF em Porto Alegre = R$70.000
  • Preço da diária de um GOLF em uma locadora de São Paulo = R$200,00

Supondo que, fosse possível alugar esse automóvel em São Paulo (nesse caso pagaríamos R$200, por dia e ficaríamos ‘’devendo’’ um GOLF para a locadora), e que vendêssemos esse carro em Porto Alegre por R$70.000. Posteriormente, compraríamos uma passagem até São Paulo (gastaríamos mais uns R$450) e, chegando lá, comprássemos um GOLF novo por R$60.000 – que seria devolvido na locadora. Nesse caso, teríamos a seguinte equação:

Crédito da venda do GOLF em Porto Alegre= +R$70.000

Débito da compra da passagem de volta para São Paulo = -R$450

Débito da compra do novo GOLF em São Paulo para devolver para a locadora = -R$60.000

Débito Aluguel do GOLF = -R$200

Somando tudo, nossa operação teria dado um lucro de R$9.350! E sem colocar nenhum centavo.

Sabemos que não é possível operacionalizar a operação de compra e venda do GOLF, pois não podemos vender um carro alugado, existem diferenças entre um carro novo e um usado, etc. Porém, esse exemplo tem validade para nos mostrar um mercado que não existe na ‘’vida real’’, mas que existe no mercado financeiro: de vender o que não temos. Da mesma forma que aprendemos a alavancar os ganhos na alta (com a operação a termo), também podemos usar a alavancagem e ganhar com a baixa do mercado.

Como funciona o Aluguel de Ações?

Os investidores de longo prazo, que não tem interesse em vender suas ações, disponibilizam seus ativos para alugar num banco de títulos chamado BTC. Esses investidores, são os chamados DOADORES e esperam doar suas ações durante um determinado tempo, para ganharem uma determinada taxa de aluguel. Na outro ponta, temos os TOMADORES, que alugam essas ações para realizar, por exemplo, a operação de Aluguel de Ações, e ganhar com uma possível baixa do mercado.

No site da Bolsa de Valores de São Paulo, temos as informações completas sobre os ativos disponibilizados no BTC:

O processo de venda alugada de ações, na verdade, é bem simples:

  • o especulador identifica uma ação que ele acredita que possa cair;
  • depois, ele confere se esse título está disponível para aluguel;
  • verifica a taxa desse aluguel (que varia de ativo para ativo e pode ser de 1% a 30% ao ano, por exemplo) – lembrando que essa taxa é pro rata, ou seja, paga-se um aluguel proporcional ao tempo que ficar alugado;
  • o especulador faz o aluguel do ativo – esse aluguel pode ser feito em até 3 dias – com isso, na prática, primeiro vendemos as ações e depois alugamos;
  • faz-se a venda do ativo no mercado – para tomar o aluguel e vender as ações, o especulador pode colocar, da mesma forma que as operações a termo, suas ações em garantia e alavancar a posição. E, da mesma forma que o termo, cada ação tem um valor de garantia diferente;
  • caso o mercado caia, e o especulador atinja seu objetivo, ele compra os ativos no mercado, devolve para a pessoa que emprestou as ações, paga o aluguel e fica com a diferença.

A operação na prática

A operação de venda alugada de ações pode ser realizada pelas ferramentas XP Mobile, XP Pro e Home Broker ou ainda, diretamente com seu assessor De investimentos. Como o XP Mobile não disponibiliza os ativos e taxas para BTC, é recomendável contatar o seu assessor De investimentos ou outras plataformas antes de fazer a venda (especialmente em ativos que não tem muita liquidez). Caso você saiba que o ativo tenha disponibilidade, basta fazer a venda direta do ativo:

Basta escolher o ativo e clicar em negociar. Depois selecione Vender e a boleta ficará verde. Após, preencha com a quantidade, preço e validade da ordem e clique em Enviar (parte inferior direita). Abrirá uma janela de confirmação, caso esteja tudo Ok, clique em Sim e pronto, sua ordem será enviada.

Posteriormente, o aluguel será feito. Quando o objetivo for atingido e você quiser encerrar a operação, basta comprar o ativo no mercado e pedir para o seu assessor De investimentos encerrar o aluguel.

Fazendo uma venda alugada no Home Broker

O primeiro passo de uma venda alugada pelo Home Broker é verificar a disponibilidade:

O primeiro caso é de um papel com BTC disponível da Ambev (ABEV3), cuja taxa é de 0,50% ao ano – vale lembrar que, além da taxa do BTC, há um custo de emolumentos sobre cada liquidação realizada referente a taxas da CBLC: 0,25% ao ano ou R$10,00, prevalecendo o que for maior.

Nesse caso, basta fazer a venda do ativo que, automaticamente, ele será alugado.

Já no exemplo abaixo, temos o caso da Randon (RAPT4) que estava sujeito a disponibilidade. Nesses casos, o cliente deve entrar em contato com o assessor De investimentos antes de vender. O assessor verificará, dentro da corretora e da carteira de clientes, se existe algum investidor interessado em colocar suas ações para alugar.

Papel escolhido, basta fazer a venda:

Para abrir a boleta de venda, basta clicar em vender.

Depois disso, abre-se a boleta de venda. Basta colocar a quantidade, preço, validade da ordem e assinatura eletrônica. Após, clique em enviar e pronto, sua ordem será enviada.

Para encerrar a operação, basta compras as ações do mercado e pedir para o seu assessor De investimentos encerrar a operação.

Efetuando uma venda alugada pelo XP Pro

Para consultar a disponibilidade no XP Pro consulte na aba MERCADO o ícone BTC

Você pode consultar todos os ativos com disponibilidade ou não de BTC. Conforme o exemplo do Home Broker, caso o ativo não tenha disponibilidade, consulte o seu assessor De investimentos.

Para encerrar a operação, basta comprar as ações em mercado e pedir para o seu assessor De investimentos encerrar o aluguel das ações.

Exemplo de operação de venda alugada

Cliente com posição de R$80.000, resolveu fazer uma venda alugada em Petrobras (PETR4):

Data da venda 17/06/2015 – foram vendidas 3.000 PETR4 a R$13,20 = R$39.600

Valor do BTC de 3.000 PETR4, vendidas a R$13,20 = 0,7% ao ano (consideramos o ano com 252 dias úteis).

Compra das 3.000 PETR4 para devolução no dia 17/08/15 a R$10,40 = R$31.200

Somando tudo, temos:

  • Crédito da venda = +R$39.600
  • Débito da compra = -R$31.200
  • Débito do aluguel referente a 43 dias úteis= -R$47,30
  • Débito dos emolumentos cobrados pela CBLC = -R$16,89

Como resultado, o especulador acima teve um ganho de R$8.335,81 com a queda de 21,21% no papel – lembrando que, o investidor não colocou R$ nas operações, mas sim alavancou, colocando suas ações em garantia.

Abaixo, segue outro exemplo de um investidor que também fez uma operação de venda alugada em PETR4. Nesse caso, a operação durou apenas 2 dias, com queda de 4% no papel.

Operando vendido no Day Trade

Em operações Day trade (vendendo e comprando as ações no mesmo dia) não existe a necessidade de alugar ações, ou seja, da mesma forma que vimos como é possível se alavancar na compra. Também é possível se alavancar na venda:

Para saber o quanto é possível alavancar em operações de venda para Day Trade, basta observar a Garantia Exigida Day Trade.

No exemplo do book do Home Broker, a margem para vender R$3.006 em VALE5 era de apenas R$405,40 (13%). Ou seja, com R$405,40 conseguimos operar R$3.006, fazendo Day Trade em VALE5.

Cuidados das operações de venda alugada em ações

Nas operações de venda alugada em ações é preciso ter cuidado, especialmente com duas questões:

1 – não vender o papel sem ter certeza da disponibilidade de BTC. Caso a venda seja feita e não for alugada a ação, a outra ponta não receberá os ativos na liquidação da operação (D+3). Vender um ativo sem BTC acarretará ao especulador pesadas multas. Dessa forma, só venda um ativo quando tiver certeza da disponibilidade de BTC.

2 – nos exemplos vistos, os preços das ações caíram, mas poderiam ter subido. Na verdade, numa operação de venda alugada de ações, o risco está em justamente o ativo subir. Caso isso aconteça, é muito importante que o especulador tenha bem definido um stop de perda.  Lembrando que, se o especulador ficar ‘’vendido’’ e o mercado subir muito forte, ele só poderá manter a operação caso a garantia dele na corretora seja suficiente para tal. Caso não seja, o setor de risco da corretora poderá liquidar a operação.

Conclusão

Vimos como funcionam as operações de venda alugada em ações. Mostramos também, que é possível ganhar com a queda das ações e, alavancar nossos ganhos, colocando nossa posição em garantia.

Não esqueça de cadastrar seu e-mail para ficar atualizado com as novidades do mercado financeiro. Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente. Confira também nossos E-Books Exclusivos e nosso Canal no Youtube.

 

Importante: Esse material é meramente informativo e não representa oferta, análise ou recomendação de Valores Mobiliários.

VC Investidor não comercializa nenhum produto de investimento. Todas as informações aqui divulgadas são a título informativo e educacional e são retiradas do material disponibilizado pelas instituições envolvidas. A VC Investidor não se responsabiliza pela precisão das informações e por quaisquer decisões de investidores. Lembrando que, rendimento passado não é garantia de rendimentos futuros.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Quer ficar bem informado sempre?